Positive-se!
Será que o AMOR é capaz de sustentar um relacionamento?
Será que o AMOR é capaz de sustentar um relacionamento?

Blog da Mari | 10 deJaneiro de 2024

O QUE SUSTENTA RELACIONAMENTO
É O EQUILÍBRIO NOS AFETOS!

TROCAS EQUILIBRADAS DE AFETO: ambos se doam igualmente, em pequenas doses constantes.

TROCAS DESIQUILIBRADAS DE AFETO: um sempre se  doa mais que o outro, as trocas são desiguais e em descompasso.

Mas, por que, havendo amor, acontece esse desequilíbrio?

Porque, após a fase do apaixonamento, ocorre uma mudança química cerebral, iniciando-se então a fase do "amor companheiro". Neste ponto, é exigido de ambos, certos requisitos psíquicos, baseados em parceria, companheirismo, empatia, paciência, entre outros.

Porém, nem todos executam esta tarefa com sucesso, pois só podemos oferecer aquilo que temos e nada mais.

Será que o AMOR, é capaz de sustentar um relacionamento?

Mas, como assim??

Cada pessoa é o produto de uma construção, formada desde o útero materno, incluindo os valores familiares recebidos, nível cultural, intelectual, etc...

Cada ser é único e tem um "funcionamento" peculiar.

Para Freud, "o amor é o estado que o sujeito atinge quando se sente igual à outra pessoa por quem se apaixona, o sujeito passa a escolher um ideal que ele nunca conseguirá ter." Na realidade, é como se procurássemos nós mesmos em outra pessoa.

A importância do autoconhecimento

O autoconhecimento é o processo de compreender a si mesmo em profundidade, incluindo as próprias características, emoções, valores, crenças, pontos fortes e limitações. É a jornada de explorar e entender quem somos, o que nos motiva e como interagimos com o mundo ao nosso redor.

Não existe uma fórmula perfeita, até porque, ninguém é perfeito. Nem mesmo uma análise cuidadosa antes do casamento não garante uma relação sem problemas, mas pode ajudar a tomar uma decisão mais assertiva e aumentar as chances de construir uma parceria saudável e satisfatória de longo prazo!